11.2.10

(Para)nóias e a balança

Sempre fui muito magra. Sabe, raquítica mesmo. E quando eu era guria nem ligava pra isso, mas era bem zoada na escola por ser magrela. O tempo passou e, claro, continuei assim. Nunca fiz uma atividade física por tempo suficiente e passei muito tempo sem comer direito. Mas até quando eu passei a fazer todas as refeições no horário e comer melhor, engordei tão pouquinho que não fez diferença alguma. Só quando eu me mudei pra Floripa que surgiram algumas gordurinhas na barriga e nas costas (por que não nas pernas e nos braços, né?). E agora que eu passei uma semana na dieta de fast-food típica dos Estados Unidos que as pessoas foram realmente perceber que eu ganhei um quilinhos a mais. Já disseram que meu rosto tá mais redondinho (e que ficou melhor assim, sei...) e minhas gordurinhas estão claramente maiores. Mas, sabe, nem me importo. Porque tendo gordurinha em algum lugar, eu me sinto bem menos magra. Posso até arriscar que meus braços tão um pouco mais fofinhos. E, sinceramente? Estou bem mais feliz em frente ao espelho agora. Quem sabe esteja bem mais próxima da classificação "normal" do que da "magra" hoje em dia.

12 comentários:

Nathy disse...

Bom, pelo que vejo nas fotos, não dá nada de gordura, rs. Ao contrário de vc, sempre tive tendência a engordar. Quando era adolescente fui bem gordinha. Depois fui a nutricionista e comecei a fazer patinação e fiquei magrela. O que me irritada é que quando eu era gorda, minha família reclamava e quando eu fiquei magra, já estavam pensando em me levar ao médico achando que eu estava anoréxica. A verdade é que nunca estão satisfeitos e quem na verdade tem q estar satisfeita ou não somos nós mesma! Eu voltei a engordar de novo. Confesso que nunca liguei muito pra isso, mas como tenho tendencia e sei o quando sofri quando adolescente, tenho medo. Mas ultimamente não estoiu conseguindo controlar a boca que ADORA uma frituras! =S

Ana Lu disse...

Ei Lu, eu sou tipo vc. Nossa luta contrária à dos outros, haha. Eu tbm sou bem magrela, mas sorte que quando eu engordo vai tudo pra coxa, hahaa!
Bjoss

isa disse...

Eu escrevi um comentário enorme aqui hoje de manhã, mas meu professor de Pesquisa pediu pra desligar o note na hora da aula, aí fechei tudo RS.

Então.. Luh, acredite, é mto melhor ser magra RS. Até pra comprar roupa deve ser muito mais fácil! Mas complexo é uma coisa que todo mundo tem, mesmo. ;s

beijinho

Deyse Batista disse...

A verdade é que a gente nunca está satisfeita com o que tem. Quando se é muito magra, faz-se tudo para ganhar dois quilos e quando se ganha, faz-se tudo para perdê-los. No fim, nossa luta não é contra a balança, contra o Mc Donald's ou com os palpites alheios - é uma luta de nós travamos dentro de si próprios.
Que seja. Gordinhas, cheinhas, magras, secas além da conta... Vamos ser felizes, né :)
Beijos.

Irena disse...

Quando era mais nova tinha maior paranóia porque era muito magra. Mas sei lá, com o tempo passei a ver o lado bom da coisa e agora fico morta de raiva quando vejo que engordei. Tenho perna fina mesmo, fazer o que?

Nat ♥ disse...

Achei legal porque você ta se sentindo melhor agora. Todas as outras garotas (a maioria) ia dizer o contrário, com certeza! xD

Anna disse...

Ah, nunca vou saber o que é isso, ser magra. E nunca vou ficar feliz sabendo que engordei. Por enquanto um "nossa, você emagreceu!" ainda é um elogio pra mim.

Sobre o post da Meg Cabot: Sinto muita vergonha por nunca ter lido toda a série do Diário da Princesa. Muita. Porque eu li só dois livros e gostei tanto, tanto, tanto e sinto tanto da Mia em mim que não sei porque até hoje eu como mosca sem ter lido a série toda.

Sobre o post do cinema: No cinema daqui as cadeiras são vermelhas e o assento é dobrável. Mas a poltrona é muito boa, foi pelo menos a melhor dos cinemas que eu já fui. E você nunca viu aplaudirem um filme? De vez em quando rola por aqui, o último que me lembro foi "Avatar".

beijos

Alice Voll disse...

eu já nasci gorda, qndo criança mamãe me leva a tudo quanto é endocrinologista, nutricionista e um bando de ista, até que desistiu! sasansansnaijnsa
o que importa é isso, se vc tá se sentindo bem, TUDO BEM!

Mel disse...

Entendo perfeitamente! Sempre fui magrela. Mas descobri que tenho hipotireóide (a que engorda). Desde então estou mais "gostosa", mais bochechuda, os braços mais cheinhos. Também prefiro assim! Agora quero perder os quilinhos extras na barriga, mas não vai dar trabalho.
beijos, Lú!
PS> ansiosa pra saber detalhes sobre a viagem!
MEL

Kah disse...

Sei bem como é, essa é minha história de vida HAHAHA Só que eu ainda to esperando engordar um pouco. E a minha mãe super implica comigo por eu ser magrela - como se já não bastasse as piadinhas que eu AINDA escuto. Mas eu tenho fé que um dai eu chegue ao que eu quero ser.
Beijos, Luh!

fernanda disse...

eu já nasci bem magrela, no inicio da adolescencia dei uma engordada que deixou meu corpo horrivel, e depois emagreci de novo, não como antes, mais bonitinha. E sabe, estou bem feliz assim, claro que ainda à algumas partes que eu gostari de preencher um pouquinho, mas vejo tantos beneficios em ser magrinha...
Um beijo.

Lusinha disse...

Só uma magrela para engordar e falar que tudo bem. :P
Bjitos!