10.3.10

Luto

Desde que matei meu celular antigo colocando ele pra lavar junto com minha jardineira jamaicana, tô usando o antigo que usava há dois anos em São Luís e que deixei de lado porque o microfone dele tinha quebrado. Levei pra assistência e fizeram um serviço porco, continuou esquecido pelas gavetas. Eu tava gostando de usar ele porque é de flip, tem câmera (nem uso) e Sudoku. Nunca vou esquecer de quando venci o meu primeiro Sudoku no modo difícil em 21 minutos e que depois diminuí esse tempo pra 12 minutos. Claro que eu acabei deixando de lado a função "ligações" do aparelho. Afinal, ninguém me liga mesmo.

Sexta-feira foi o dia do trote que dei nos meus calourinhos e passei o dia entre tirar fotos deles muito sujos, almoçar com eles no RU, correr atrás da minha bolsa-estágio, me arrumar pra festa com cerveja de graça e quase sofrer hipotermia (depois conto). Consegui algumas chamadas não atendidas, mas... Quem se importa?

Hoje ouvi comentários sobre já terem selecionado os bolsistas para a TV UFSC e que tinham ligado pra algumas pessoas na sexta-feira. Sim, no dia do trote. Quando meu celular estava esquecido na minha bolsa e eu bem sussa. Fiquei com isso na cabeça durante toda a primeira parte da aula de Teoria e Método de Pesquisa e no intervalo perguntei pra uma amiga que recebeu a tal ligação (e recusou porque já tinha outro estágio bom) e é claro que os números que ligaram pra ela batiam com as chamadas não atendidas do meu celular. Peraí que eu tô indo me jogar da janela agora (primeiro andar).

Mas, sério, isso foi na sexta. Oito bolsas e muita gente do curso querendo. Ligam pra mim e a maranhense aqui não só deixa de atender como ignora as chamadas. E hoje é quarta. E tudo indica que todos os contratos já estão devidamente assinados agora. Como faço pra não pensar nisso?

12 comentários:

Nathy disse...

Nossa, realmente é muito dificil nos conformar com isso. Aliás, é sempre assim: nunca recebemos ligação e quando realmente não estamos com o celular perto, acontece uma dessas. Vc não é a única a passar por isso. Tenho histórias muito semelhantes. Sei que é um clichê e meio que não consola numa hora dessa, mas...nada acontece por acaso! Relaxa...o melhor ainda está por vir! ;)

Luiza disse...

PUTZ! Uma situação parecida já aconteceu comigo. Eu sempre deixava o cel no vibra durante a aula, mas nesse dia coloquei sem querer no silencioso e perdi uma ligação que estava esperando há tempos...Nem dormi naquela noite. Sorte que no dia seguinte ligaram de novo...
beijo!

Jess Q. disse...

eu odeio quando isso acontece... por isso sempre ligo pra minhas chamadas perdidas, nessas hroas a curiosidade ajuda!

Amanda disse...

POR QUE VOCÊ NÃO LIGOU DE VOLTA, PUTZ?!


Eu não teria conseguido dormir também, na moral.


Bjs.

Alice Voll disse...

Por essas e por outras meus celulares estão sempre comigo!
Mas pense, se for pra ser, será!

Gabi Petrucci disse...

Seria muito inconveniente eu dizer que se Deus fecha uma porta Ele abre uma janela? Espero que consiga algo melhor, Luh, você merece! ;)

:*

Ang disse...

O meu celular só uso pra escutar musica...
Tava lendo seu perfil, bem legal vc fazer jornalismo eim...
Bjos

Ada Lílian disse...

Caraca, dá raiva né?
Meu celular também é triste.
Mas boa sorte na busca de outars bolsas-estágio, beeeijos

Vanessa disse...

Aaaaaaaaaah, que péssimo! Eu ficaria louca no seu lugar! A vida às vezes prega umas peças muito toscas, viu? Boa sorte!

(www.caixinhadeopinioes.zip.net)

Ana Lu disse...

Nossa, eu simplesmente detesto quando isso acontece.
E não tem jeito, a gente fica pensando sem parar nisso nos 2 primeiros dias, mas depois, esquece.
Clichê, mas verdadeiro: Não era pra ser
=]
E vc vai ver, vai surgir outra oportunidade ainda melhor pra ti, Luísa!
Agora me conta! Vc fugiu do trote e mesmo assim deu na calourada? Pq eu queria mto dar ano que vem, hahaha, mas disseram que quem não levou, não pode.. hahaha.. vc conseguiu driblar a sua turma ou ai n inventaram essa regra?
Beijos

Luís disse...

Nossa, era com bolsa? TRISTE. Eu tenho a impressão de que esses estágios vão resultar em tapas dentro da minha sala.

Mas talvez você consiga um melhor (:

Tary disse...

Ai, Luh. Que coisa mais chata, hein? Quer saber? Pensar demais nisso é normal, pensa mesmo. Depois você esquece, vai ver The Graduate, come uma coisa bem gostosa, esquece, quando for ver apareceu coisa melhor.
Beijos :*